5 de mai de 2010

Manipulação eleitoral da violência

Henfill Serra o engaiolador

“Maquiavel, em sua obra-prima “O Príncipe”, faz uma discussão interessante sobre a diferença entre o parecer e o ser de um governante e conclui que muitos deles, procurando manter o controle sobre o Estado, devem fazer parecer que possuem certas qualidades, ainda que não as possuam. “Todos vêem o que tu aparentas, poucos sentem aquilo que tu és”, recomenda o escritor florentino em sua obra magistral. Passados cinco séculos, as palavras de Maquiavel ainda fazem muito sentido, especialmente se considerarmos a postura de alguns políticos nos dias de hoje”. Leandro Paterniani

O candidato Serra tem-se apresentado como o engaiolador numa clara tentativa de manipulação eleitoral da questão da violência.
Mas o peixe morre pela boca diz um ditado popular.

A manipulação não resiste à realidade.
# Folha Online: 01/05/2010 –
*Homicídios crescem 23% em São Paulo
A cidade de São Paulo está mais violenta. Após nove anos em queda, a capital paulista voltou a enfrentar um aumento do número de homicídios no primeiro trimestre do ano em comparação com o mesmo período de 2009.
O crescimento, de 23%, surpreendeu o governo. No total, foram mortas 376 pessoas nesse período --mais de quatro por dia. Foram 1.224 homicídios em todo o Estado --alta de 7%.
*1.787 rapazes e moças estão “engaiolados” na ex-Febem e provavelmente sairão de lá como criminosos formados.
Conclusão óbvia:
Se repressão fosse solução a criminalidade não teria aumentado.
Comentário:
A criminalidade tem raízes profundas que vão além da pobreza. A degradação da vida e dos valores humanos, um sistema educacional inoperante e perverso, o consumismo, a exclusão social, a repressão seletiva, (a cadeia ainda é para os três pés (pobre, preto e puta) formam a teia que “amarra” a violência.
Por isso tudo um governo tem que ter como visão ampla, não simplista e reducionista. Essa visão ampla tem que ter a percepção de que a educação, a cultura, o lazer e os esportes são as chaves para a formação de um cidadão pleno. Sua ação essencial deverá evitar a ocorrência de crimes, a marginalização, a desigualdade e conseqüente exclusão social. Engaiolamento por si só não é solução. Muito menos a criação de um Ministério de Segurança.
Fontes de pesquisa:
. Boteko Vermelho
. Tijolaço

Manipulação, picaretagem, farsa?
Maria da Penha Neles!

Fonte: Blog Maria da Penha neles - 04.05.2010

Nenhum comentário: