13 de jun de 2009

Educação e Violência - O professor e a PM paulista

marcosfe_gas_jun_2009.jpg

Por Marcus Ferreira Santos, em seu blog (dica do Antonio Arles)

Esta é a maneira de "dialogar" da PM e da Reitoria.

Na tentativa de conversar com o comandante da unidade de choque, o despreparo, má formação e autoritarismo de PMs na ação, levaram a me agredir com gás de pimenta, de maneira gratuita, violenta e sem nenhuma necessidade. Atingiram também minha esposa, Solange Francisco, funcionária. Ao falar com o comandante, Ten Cel Longo, me desrespeitou e ao me identificar como professor da USP, ameaçou me "prender", com a mesma prepotência que somente havia visto com o Cel. Erasmo Dias, na invasão da PUC em 1977, quando eu era ainda estudante secundarista. O comando da PM no local também é despreparado. Depois com os professores Lisete Arelaro, Chico Miraglia e outros, tentamos novamente conversar para evitar o confronto, mas a resposta foi com bombas de gás lacrimogênio.

O mesmo despreparo, má formação e autoritarismo da Reitora Suely Vilela, demonstrando sua incompetência em gerir conflitos na USP.

Clique aqui para ir ao blog do professor

Clique aqui para ir ao blog do Arles

serra_ditador.jpg

por Latuff, no blog da Conceição Oliveira

Clique aqui para ir ao blog da Conceição

Do Vi o mundo - Atualizado em 10 de junho de 2009 às 18:41 | Publicado em 10 de junho de 2009 às 18:38

Nenhum comentário: