30 de nov de 2012

Haddad: “Estamos construindo um governo de coalizão e uma nova relação entre Executivo e Legislativo”

Prefeito eleito ao centro com a escolha dos novos secretários (Foto: Diogo Moreira/Frame/Folhapress)

Prefeito eleito anunciou mais sete nomes para o futuro governo e teve também nesta quinta-feira encontros com os novos secretários. 

Fernando Haddad, prefeito eleito de São Paulo, realizou nesta quarta-feira (28) o anúncio de sete novos secretários para a futura gestão da capital. Foram indicados Eliseu Gabriel (Desenvolvimento Econômico e Trabalho), Francisco Macena (Coordenação das Suprefeituras), João Antonio (Relações Governamentais), Netinho de Paula (Promoção da Igualdade Racial), Luciana Temer (Assistência Social), Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida) e Roberto Trípoli (Verde e Meio Ambiente).

“Pretendo fazer um governo de coalizão, que não é de ‘toma lá, dá cá’”, afirmou Fernando Haddad.

Segundo o prefeito eleito, uma das metas de sua gestão é mudar o padrão de relacionamento entre Executivo e Legislativo em São Paulo. “Os partidos se comprometeram a fazer a grande política, sem discutir as coisas no varejo”, disse. “A cidade precisa de uma reforma urbana, reforma tributária e várias outras medidas de largo alcance”, disse.

No anúncio de hoje, Haddad explicou duas mudanças na estrutura administrativa. A primeira é a criação da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, que foi um compromisso de campanha. A segunda é a fusão da Secretaria Especial do Microempreendedor Individual com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho.

Este foi o terceiro anúncio de secretariado durante o período de transição. Em 14 de novembro, Haddad anunciou os deputados federais Jose de Filippi Jr. e Jilmar Tatto para chefiar as pastas de Saúde e Transportes, respectivamente. Antes disso, em 12 de novembro, o prefeito eleito anunciou a indicação de Antonio Donato (Governo), Leda Paulani (Planejamento), Luís Fernando Massonetto (Negócios Jurídicos), Marcos Cruz (Finanças) e Fernando de Mello Franco (Desenvolvimento Urbano).

Veja declarações de Haddad para as secretarias anunciadas ontem:

Desenvolvimento Econômico e Trabalho - Eliseu Gabriel (PSB). “Essa pasta será voltada para os cerca de 600 mil empreendedores da cidade, sobretudo para o pequeno e microempreendedor, que hoje nem sempre encontra na Prefeitura o apoio necessário. A Agência São Paulo de Desenvolvimento, um compromisso na nossa campanha, vai estar associada a esta secretaria.”

Coordenação das Subprefeituras - Francisco Macena (PT). “A política de centralização da cidade será revertida, e o vereador Francisco Macena irá apresentar uma modelagem de transição, com a qual vamos selecionar os subprefeitos. Serão também escolhidos considerando sua liderança comunitária, capacidade técnica e concordância com o nosso plano de governo, além de terem de residir no território de cada subprefeitura.”

Relações Governamentais - João Antonio (PT). “O deputado João Antonio assumirá a secretaria de Relações Governamentais, e contará com sua experiência política e capacidade técnica para levar adiante projetos do município em parceria com outros entes.”

Promoção da Igualdade Racial - José de Paula Neto (PCdoB). “Houve avanços expressivos para a igualdade racial no país, mas esta questão está longe de ser superada, e o novo secretário terá como grande missão trabalhar por ampliá-la.”

Assistência Social - Luciana Temer (PMDB). “A secretaria tem uma grande responsabilidade à sua frente, já que há um grande clamor para que assuntos relacionados a essa pasta sejam enfrentados. Existem também cerca de 1,2 mil entidades parceiras da Prefeitura, e a necessidade de levar adiante em São Paulo os preceitos do Sistema Único de Assistência Social, criado pelo governo federal. Além disso, a assistência social ter uma presença maior no território paulistano.”

Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida - Marianne Pinotti (PMDB). “Essa é uma secretaria fundamental, e Marianne Pinotti terá de fazer com que as políticas públicas voltadas para acessibilidade e inclusão tenham uma dinâmica maior na nossa cidade.”

Verde e Meio Ambiente - Roberto Tripoli (PV). “A pasta de Verde e Meio Ambiente tratará de preservação ambiental e proteção animal. Uma bandeira muito valorizada na campanha foi esta: e a vamos ampliar a escala de ações para um tema que toca parte expressiva da população da cidade.”

Do Linha Direta 
 
http://www.youtube.com/watch?v=O5JPX5f-0bY&feature=share&list=ULO5JPX5f-0bY

Nenhum comentário: