11 de ago de 2012

Neste domingo equipe masculina de vôlei vai em busca do ouro contra a Rússia.

Imagens: lancenet
Com 3ª final consecutiva, time de Bernardinho supera antigas potências e se recupera de fiasco na Liga Mundial

Antes mesmo de disputar aquela que pode ser sua terceira medalha de ouro em Olimpíadas, a seleção brasileira de vôlei masculino já fez história nos Jogos de Londres. Vencendo a Itália por 3 sets a 0 nesta sexta-feira, o Brasil, comandado pelo técnico Bernardinho, chegou à terceira final olímpica seguida, um feito que nenhuma outra equipe de vôlei masculino havia conseguido antes.

O Brasil esteve na final das últimas duas Olimpíadas. Em Atenas-2004, derrotou a mesma Itália e ganhou o ouro pela segunda vez, repetindo o triunfo de 1992. Quatro anos depois, acabou derrotado pelos Estados Unidos e levou a prata.

Brasil derrota a Argentina nas quartas de finais
 Desta vez, alcançar a disputa da medalha mais importante é um prêmio a um time que chegou, de certa forma, desacreditado em Londres após uma péssima campanha na Liga Mundial – pela primeira vez o país não conseguiu disputar uma semifinal sob o comando de Bernardinho. Desde que estreou os Jogos, no entanto, o Brasil apresentou grande evolução dentro de quadra e agora chega para mais essa decisão com apenas uma derrota sofrida - para os Estados Unidos, ainda na primeira fase.

Na história do torneio olímpico, a extinta União Soviética é a recordista com cinco finais. O número agora igualado pelo Brasil, finalista também em Los Angeles-1984 e Barcelona-1992. No entanto, obteve somente duas decisões seguidas em momentos diferentes, em 1964 e 1968 e depois em 1976 e 1980.

Outros países também sentiram o sabor de disputar a final da competição de forma consecutiva. O Japão esteve no jogo mais importante da Olimpíada em 1968 e 1972. Já os Estados Unidos brigaram pelo ouro – e venceram – em 1984 e 1988.

Na década seguinte, foi a vez da Holanda se destacar. Em 1992, perdeu a final para o Brasil da geração de Giovane, Tande, Marcelo Negrão, Carlão e Maurício Lima. Em 1996, deu a volta por cima a ganhou ouro contra a Itália. 

Sob o comando de Bernardinho, a seleção brasileira nunca ficou de fora de uma final olímpica e, no próximo domingo, terá a chance de conquistar o ouro pela segunda vez com o técnico - e pela terceira vez na história. A decisão será contra a não menos tradicional Rússia e terá transmissão ao vivo dos canais ESPN, a partir das 9h.


Finais do vôlei masculino

URSS - 1964, 68, 76, 80 e 88
Brasil - 1984, 92, 2004 e 08
Estados Unidos -  1984, 1988 e 2008
Holanda - 1992 e 1996
Japão - 1968 e 1972
Itália - 1996 e 2004
Polônia - 1976
Bulgária - 1980
Alemanha Oriental - 1972
Rússia - 2000
Do ESPN - 11.08.12

Nenhum comentário: