21 de jun de 2010

Dunga, não 'cala a boca'


Por Júnior Miranda

Muito “comovente” a reportagem da Globo sobre o “falta de educação” de Dunga a um repórter da emissora, o Alex Escobar, que deu um “sorrizinho” para o técnico da seleção durante entrevista coletiva de imprensa após o término do jogo entre o Brasil e a Costa do Marfim na tarde de ontem (20).
.
Depois de fazer um inferno na vida do técnico da seleção brasileira nos últimos anos, incentivando indiretamente os telespectadores a chamá-lo de burro e muito mais, a Globo, como sempre, quer se passar de vítima. A pobrezinha da Globo, meu Deus! Chorando por causa de um “xingamento” do Dunga. Comovente! Blá! Blá! Blá!

Dunga vem comendo o pão que o diabo amassou com as ferozes críticas da Globo e da mídia brasileira, e quando a seleção vence com um placar considerável essa mesma Globo se finge de patriótica e quer tirar proveito do resultado.

Valeu Dunga! Você mostrou que não é subserviente a emissora dos Marinhos, apesar da ligação nebulosa da Globo com a CBF. E não foi um xingamento, foi um desabafo de quem vem sendo perseguido nos últimos anos por uma emissora dissimulada, hipócrita, e que vem perdendo audiência ano a ano. É por isso que a Globo está apelando e se desesperando. A emissora perdeu a exclusividade com a Seleção Brasileira de Futebol.

Como escreveu o Júlio Pegna, em seu Blog Sandálias do Pirata, “a emissora ataca o treinador desde antes da ida a Johanesburgo. Talvez por Dunga não ter permitido que instalassem um estúdio dentro do local da concentração, como na Copa de 2006... Talvez por Dunga só conceder entrevistas coletivas, para todos os jornalistas, no momento em que a comissão técnica acredita ser o mais apropriado... Talvez porque a Globo não tem o privilégio das exclusivas com os craques canarinhos, como era no passado... Talvez porque Dunga não é um dos anões da Branca de Neve.”

Dá-lhe Dunga!

-----------------------------------------------------------------------

Dunga desmente o “dossiê” global


Por Azenha - Vi o mundo - 20.06.2010


























Gilberto Silva era dúvida. Aparentemente, nunca foi.

Ou pelo menos o jornal O Globo e a TV Globo receberam informações psicografadas a respeito. Mas Dunga, na coletiva que antecedeu o confronto contra Costa de Marfim, desmentiu:

“Quanto ao Gilberto [Silva], eu não vou vim apagar fogo aqui, eu não sou bombeiro de vocês, não é, ou de alguns, desculpa… de vocês, não vou colocar todos no mesmo local. Na outra vez, de manhã o Julio Cesar tava machucado, à tarde o Julio Cesar foi o melhor em campo. Agora, novamente, a gente abriu o treino, deixou vocês filmar, não sei quem foi bater uma fotografia e criou todo um circo que o Gilberto não tava. Então, eu não vou vim aqui apagar fogo de vocês. Quem escreveu a matéria tem que pedir desculpa pro leitor, pro torcedor brasileiro que tá em casa, que cada dia se cria uma coisa… uma fantasia e coloca todo mundo em pânico”.

Como o G1, da Globo, noticiou a declaração do técnico, distorcendo a declaração de Dunga, que em nenhum momento deu a entender que tinha havido um susto em relação a Gilberto Silva:

- O Gilberto Silva treinou normalmente. Todos vocês viram. Não vou apagar incêndio falando sobre esse assunto – afirmou o treinador, dando a entender que a pancada que o jogador sofreu não passou de um susto.

Nenhum comentário: